Páginas

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Eu quero...


uma dança agitada,
uma música animada,
rir em situações ridiculas,
amigos legais,
gente que pensa,
uma palavra suficiente.
Quero liberdade,
pessoas agradáveis,
sonhos.
A naturalidade. A espontaneidade.
Eu quero um amor gigaante.
Patinar no gelo.
Um cachorro,
clima gostoso,
um lugar beem colorido pelas flores.
Quero cheiro doce,
e muito doce.
Quero me encher de criações,
um lugar secreto,
roupa de gente feliz.
Um arco-íris.
Luz com efeitos especiais.
Quero maquiagem de bailarina,
passar o dia numa barra.
Quero o simples. O compreensivel. O tolerante. O feliz.
Tirar uma foto perfeita.
Quero o amor,
uma árvore e um livro,
uma grama verdinha,
barulho de passarinho todo dia.
Quero barulho,
música com batida,
um sorriso sincero,
uma inovação.
Alguma coisa que ninguém viu.
Quero perceber detalhes,
reparar o básico,
gostar de coisas estranhas.
Quero uma surpresa autentica.
Identidades próprias.
Mudar o imutável.
Quero chocar gente desacreditada,
chocolate,
romance diferente,
um livro perfeito.
Eu quero não me importar,
me poupar,
me entregar.
Quero enxergar,
acreditar.
Quero ser.
Quero a verdade,
Corações sinceros.
Quero uma história esquisita,
um momento,
uma oportunidade,
a loucura.
A diversão. A entrega. A surpresa.
Eu quero segurança,
firmeza,
estabilidade.
Quero poder confiar nas palavras.
Eu quero que seja,
que aconteça,
que recupere,
que fortaleça.
Quero sensibilidade,
delicadeza,
fé. Cabeça.
Quero a vida.
Eu quero beijo na boca,
singularidade,
respeito,
ter minha idade,
não rotular nada,
permitir.
Eu quero uma poesia.
Um chá matte,
uma boa conversa,
aproveitar os segundos,
amar o tempo inteiro,
perdoar,
ganhar tempo,
crescer,
me rever.
Quero ignorar gente idiota,
rir pra todo mundo.
Me distrair,
falar merda,
calar a boca,
me reconciliar.
Quero proteção,
ser defendida,
pensar.
Quero uma mistura de gostos,
inventar,
abraçar.

E ainda mais... quero uma realidade dessas em todos os meus dias.

Um comentário:

Nájila disse...

eu quero tudo isso pra você !